som ambiente

q

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

SORRIA!!!!






Bom diaaaa Meu Cantinho!!!!1

Para começar bem a semana, “ um sorriso”.
Este final de semana descobri prazerosamente o poder do sorriso... então 
vamos começar cada dia assim:

Mil beijos!!!!!!!

quarta-feira, 23 de novembro de 2011



SAMYAMA – DISCIPLINA- संयमः

Olá meu Cantinho !
Que coisa boa é uma prática de Swásthya Yôga logo pela manhã às 06:00, ainda melhor com um Mestre: estou me sentindo energizada, ou melhor, equilibrada como há muito não sentia!

Por isso, hoje, quero dividir aqui neste meu espaço, um pouco de conhecimento que recebemos do querido MESTRE e Maestro Carlos Cardoso; Mestre de Swásthya Yôga.
No fim de semana passado, estivemos em uma imersão de conhecimento, com cursos :
  • Introdução a LÍNGUA SÂNSCRITA, ( maravilhoso) - संस्कृत,
  • Concentração,
  • Meditação.
Com certeza um fim de semana onde todas as nossas vontades foram colocadas a prova. A vontade de aprender, de continuar mesmo com todas as dificuldades, superar a vontade de dormir, de descansar, a vontade de parar, a vontade de saber tudo ao mesmo tempo!!!!!.
Mas, sobre tudo, a vontade de ir mais a fundo se perguntando “ QUEM SOU EU, do que eu posso ser capaz”.
Muitas outras coisas foram experimentadas ( a parte do curso ) neste fim de semana: A tolerância, o apego e desapego, a respeitar o limite do outro, a conhecer melhor os meus limites e como manter os sentidos quando alguém ultrapassa os meus limites.
Os conflitos interiores não podiam estar de fora. Ahh! Como foi difícil encarar cada um de frente e enxergar o que eu quero, o que não quero e os admitir para mim mesma, ainda que sem coragem de falar. E os desejos que nos consomem quando não atendidos... isso sim, precisamos cuidar, pois vira desapontamento.
Estou aprendendo muito com a leitura do livro BHAGAVAD GÍTÁ, do qual já comentei por aqui. Os conflitos interiores do Príncipe Pandavus a frente da batalha, e Krishna ( avatar de Vishnu) sabiamente passa-lhe os conhecimentos da vida.

Hoje, quero comentar sobre um de seus ensinamentos:
Como se lida com o Desejo:

Krishna define o Desejo como Shama ( controle dos desejos) e Dama ( autocontrole ). Ninguém tem o controle total do que acontece na mente, pois o desejo vem, aparece. Mas, pode ter o controle do que fazer após isso, identificando e disciplinado o pensamento, tendo controle dos sentimentos, passando a usar a mente como um instrumento a nosso favor. Mas, muitas vezes esse instrumento ganha vida própria e nos domina. A mente é como um carro, que temos que saber conduzir, usando a nosso favor, como instrumento para interagir com o mundo. Caso contrário, você vai para um lado e a mente para outro, entrando em colapso. Ela tem sua natural expressão. Então é necessário aprender como a mente se expressa para conseguir entender a natureza dos pensamentos. Muitas vezes, eles nos pregam peças.
Vamos, passo a passo aprendendo a conhecer a própria mente e isso é por fim o Yôgi. O yôgin não é aquele que tem a mente perfeita e sim aquele que conhece a sua mente, conhece as riquezas dela, mas, mais ainda do que isso também conhece as suas FRAQUEZAS! O yôgin se constrói nas pequenas coisas do dia a dia, sabendo trabalhar com as expectativas e frustrações. Isso, só é possível com DISCIPLINA, que em sânscrito significa SAMYAMA - संयमः.
Samyama é o oitavo ánga da nossa prática de yôga, ao executar, DHÁRANA-धारणा ( concentração), DHYÁNA-ध्यान (meditação)  e SAMÁDHI ( hiperconsciência). Cada estágio desse processo deve ser buscado com muita disciplina e domínio da consciência, que abarca nossa mente. Buscar sempre a nona ética do Yôga - TAPAS – força de vontade, superação e SWÁDHYÁYA – autoestudo.
O aprofundamento do autoconhecimento faz com que percebamos nossos pontos fortes e fracos, e nos permite descobrir formas de nos aprimorar evoluindo como indivíduo e ser-humano.

É isso por hoje. Tenho a dizer que a cada dia me descubro um pouquinho mais, e que mesmo não tendo chegado a profunda meditação, mas só estar próximo a isso já me deixa melhor, aquieta minha mente, e me devolve ao caminho do conhecimento,  abandonando conflitos interiores.








mil Beijos,


terça-feira, 22 de novembro de 2011

Presentinho de amiga Blogueira...


Querida Maria,
Obrigada pelo gentil Selo oferecido.
Um grande beijo pra vc, e saiba que me inspira muito as suas postagens, com lindas imagens de lugares que viajo com a leitura.

Beijos!!!!!!

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Olha pra mim e me Ama!



Bom dia... Há algum tempo não venho aqui para confidenciar meus pensamentos. Hoje quero deixar guardado aqui uma linda música que ouvi ontem à noite e que não me sai da cabeça! O bacana é que para cada momento da nossa vida há uma letra de música que consegue expressar nosso sentimento, quando as palavras nos faltam.

Pára e olha pra mim
Pára e deixa pra lá
Deixa eu entrar em você por algum olhar
Deixa eu gostar de você
Teus medos posso curar
Deixa eu levar tua vida pra outro lugar
Pára e olha pra mim
Vê que já basta olhar
Deixa eu plantar um carinho no teu peito inquieto

Mallu Magalhães


Mil beijos!!!!

terça-feira, 15 de novembro de 2011

THOUGHTS




- What you do EVERY DAY matters more than what you do ONCE IN A WHILE; special for those who are beside you!!!

- No deposit, no return.

My thoughts for today!!!
BEIJOS

domingo, 6 de novembro de 2011

Bom dia meu cantinho...
Domingo chuvoso, bom para aquele livro que fica a nossa espera.

Em momentos de conflito interior nada melhor do que um bom livro como conselheiro, amigo sábio que te traz um pouco de lucidez.
Nestes momentos de dúvidas, pouca fé no ser humano, é que gosto das lições que, providencialmente, um livro me dá.
E é exatamente isso que ocorre esse fim de semana, buscando entender as atitudes de certas pessoas, que encontro ao ler o livro “ Bhagavad Gítá “ em uma passagem que narra os conselhos de Krishna, o Deus-Supremo, a Arjuna, um dos cinco príncipes Pândavas, quando esse se opõe a batalha contra os seus, preferindo deixar-se matar a ter que enfrentar seu destino contra aqueles que desejam a batalha; procuro entender como agir, como não deixar tais sentimentos e ressentimentos me afetarem.

45. “ Liberta-te, ó Arjuna, dessas gunas; sê livre dos contrastes das forças opostas da natureza, que pertencem à vida finta e às coisas sujeitas à mudança. Procura para teu descanso a consciência do teu EU Real, a Verdade Eterna. Deixa longe de ti os cuidados mundanos e a avidez de possessões materiais. Concentra-te em ti mesmo, e não te entregues à ilusões do mundo finito.

47. Seja, pois, o motivo das tuas ações e dos teus pensamentos sempre o cumprimento do dever, e faze as tuas obras sem procurares recompensa,
sem te preocupares com o teu sucesso ou insucesso, com o teu ganho ou o teu prejuízo pessoal. Não caias, porém, em ociosidade e inação, como acontece facilmente aos que perderam a ilusão de esperar uma recompensa das suas ações.

48. Coloca-te no meio entre esses dois extremos, ó príncipe, e cumpre, em tranquila resignação, o dever por ser dever, e não pela expectativa da recompensa. Conserva ânimo igual na ventura ou desventura: ASSIM É QUE FAZ O YÔGI.

49. Por muito importante que seja a sua reta ação, o primeiro lugar pertence sempre ao reto pensamento. Procura, portanto, o teu refúgio na paz e na calma do reto pensar, porque aqueles que baseiam o seu bem-estar só nas ações, com estas necessariamente perdem a felicidade e a paz, e caem na miséria e no descontentamento.

50. Quem atingiu a consciência de YÔGI é capaz de elevar-se acima dos resultados bons e maus. Esforça-te por atingir esta consciência, porque ela e a chave que abre o mistério da ação.

52. Quando te tiveres elevado acima da trama das ilusões, não te inquietarás com os cuidados e questões a respeito das doutrinas, nem com as disputas sobre ritos, cerimoniais e outros enfeites dispensáveis da vestimenta da idéia espiritual.

53. Livre serás, então, de todas as opiniões alheias, tanto das que se acham nos livros sagrados, como das dos teólogos eruditos ou dos que ousam interpretar o que não compreendem; em lugar disso, fixarás a tua mente na mais séria contemplação do Espírito, e assim alcançarás a harmonia com o teu EU REAL, que é a base de tudo.

55. Quando um homem, quebrou os vínculos dos desejos do seu coração e está internamente satisfeito consigo, atingiu a Consciência Espiritual e firmou-se no conhecimento.

56. A sua mente não é turbada nem pela adversidade nem pela prosperidade: aceita ambas, sem apegar-se a nenhuma. Nele não tem parte a ira, nem o medo, nem as paixões; ele merece o nome de sábio.

57. Com equanimidade suporta as vicissitudes da vida, tanto as favoráveis como as desfavoráveis; não se entrega nem à alegria excessiva, nem à tristeza. NADA LHE ROUBA A LIBERDADE.

Livro: Bhagavad Gítá - A mensagem do mestre. Traduzido por Francisco Valdomiro Lorenz

É com esse trecho que quero meditar ao longo da semana e buscar o equilíbrio dos
pensamentos, sem deixar que ações externas desestabilize o meu interior.

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Os Ternos empoeirados


Os meus ternos empoeirados deixados no armário me fazem lembrar o amor que ficou para trás.

O silêncio da casa vazia, só com as coisas que você não quis mais, lembra a sua ausência que me faz companhia. E de repente, nada mais faz sentido, as lembranças guardadas em uma caixa de papelão em forma de memória, eu já me acostumei a esquecer; quanto tempo faz?!!

Hoje é o dia, deixo as fotos, deixo o gosto do seu gosto, misturado com o que não sobrou, eu nem me lembro mais. E nos seus olhos não me reconheço mais, nos meus abraços já não te acho mais.

E a casa agora habitada por outro, lembra um filme que eu já vivi, passando sem parar em outro lugar, sentindo o que eu senti, misturado com o que não ficou. Então fica a memória, ficam as lagrimas, ficam as fotos, eu nem me lembro mais.

A estrada agora é tudo o que restou.


As despedidas são assim, tristes assim! Mas, são fases de crescimento, descobertas, novas oportunidades.

Mil beijos, meu querido amigo, que me inspirou a escrever hoje!

Uma rosa para Vlad!

Sábio cigano, meu pensamento da manha foi seu, em agradecimento pela visita aos seus amigos, pelo carinho, pelo zelo, e por cuidar dos amigos queridos que aqui te ouvem e te estimam. Sua rosa continua bela, florindo cada dia mais. Eternizada na lembrança.
Mil beijos !!!!!!!!!!!!