som ambiente

q

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

ADEUS AGOSTO, a gosto de Deus....




BOM DIA MEU CANTINHO...

Hoje, acordei com um pensamento martelando na mente!!! uma frase que ouvi esta semana. Mas, como sempre, quando temos um problema a ser resolvido e ao desviar o foco, conseguimos a resposta, também desviei as atenções para outras coisas, e subitamente entendi...

" VAI DOER, MAS VAI PASSAR..."
Então, que passe logo, porque tenho mais o que fazer na vida!

Hoje é quarta feira, 31 de agosto, e agradeço pq esse mês está acabando de uma vez. Sempre ouvi dizer que agosto é um mês agourento. Nunca tinha pensado nisso, até gostava muito. Porém este ano, compreendi, e realmente concordei, é o único mês que quero tirar do meu calendário, o detestei. Mas tudo é aprendizado, principalmente as dificuldades. São elas que nos mostram o quanto podemos crescer, amadurecer EVOLUIR. Acho que ainda não cheguei nesse último, pois às vezes acabo tendo comportamentos de " mulherzinha"...
Bem, vamos em frente e que setembro seja TUDO aquilo que está prometendo. CONQUISTAS!!!!!!!!!

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

ESTRADA TERAPIA.


Para todas as nossas neuras, traumas, medos, aflições existe um tipo de terapia que os psicólogos adoram pôr em prática para atestas a linha terapeutica que mais gostam.
Eu, por outro lado, tenho o meu próprio método para sair da “fossa” quando estou com as crises existenciais, a ESTRADA TERAPIA.
Já experimentou entrar no carro e rodar sem destino? Pode até ser a noite (melhor ainda), observando a escuridão da estrada, o brilho da lua a sua frente, as estrelas sendo as únicas a indicar o caminho. Se for de dia, ótimo também, apenas observando as lindas árvores solitárias pelos campos, hora com galhos secos, hora floridas esplendorosas dando o seu show apenas àqueles que passam ( tão bobos despercebidos pela rodovia ). O bom é se o passeio é sem destino e sem ninguém!!!! Só você, a estrada, seus pensamentos e a trilha sonora perfeita e com som alto. Andar por ai sem rumo, virar à esquerda ou à direita num cruzamento qualquer, escolher a primeira, segunda ou terceira saída da rodovia … até que, passados algumas horas, retorno para casa, mais leve, mais calma e com os pensamentos tranquilizados. Com certeza é uma terapia anti-stress que eu recomendo. Mas, não pode faltar aquela música que possa cantar junto e espantar todos os males. Rodar sem destino e música é um tratamento aprofundado ao imenso stress provocado pelo dia a dia do cotidiano.
Experimente, faz muito bem. Aproveite esse fim de semana....Depois você me conta. :)

Mil beijos.




quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Mais um dia, ou seria menos um!?

Bom dia
Já é quinta-feira, o dia está agradável mas a correria continua. Na vontade de ficar mais um pouquinho na cama, fui acordada com os miadinhos carinhosos do Apolo, que não contente em eu não atender seu chamado, veio tocar o meu braço com a sua patinha gelada. Sinceramente, é uma delícia acordar com o seu carinho. E as tarefas já começaram cedo aproveitando cada minuto.
No caminho para o escritório ouvi uma musica ( ainda desconhecida para mim), Um Cara de Sorte Detonautas. O interessante era que a letra expressava exatamente o que estou sentindo nesta fase. Vontade de estar em outro lugar, andar sem direção e zerar meus pensamentos, que tão racionais. ficam martelando e martelando.









Hoje eu acordei com uma vontade enorme
De sair e andar sem direção
Sem destino e sem medo da morte
Simplesmente andar e ouvir o que dirá meu coração
Eu sempre fui um cara de sorte

E tudo que eu conquistei, foi com o suor do meu trabalho
Eu nunca me rendi, não desisti, não me calei, não me deixei levar
Por essa corrente que prende pelos pés,
Ahhh eu arrebentei com os dentes

Não me entreguei
Eu vim lutar
Não vou deixar que alguém
Conquiste o impossível por mim, eu não vou deixar
Conquiste o impossível por mim, ah eu não vou deixar

Hoje eu acordei com uma vontade enorme
De olhar no fundo dos seus olhos
E te pedir perdão
Por tudo que eu falei sobre o amor,
Sobre nós dois e sobre o mundo
às vezes eu perco a razão

É que eu não reparei quando você me protegia em silêncio
E eu não soube expressar o meu carinho
O meu amor em palavras de novela
Mas quando a gente cresce e aprende a dar valor a quem está perto

Eu vim dizer
Que eu voltei
Que esse aqui é o meu lugar
Não vou deixar que alguém
Conquiste o impossível por mim, eu não vou deixar
Conquiste o impossível por mim, ah eu não vou deixar
http://www.vagalume.com.br/detonautas-roque-clube/um-cara-de-sorte.html#ixzz1W2cJnf22


E assim continuamos rumo ao fim de semana que chega tão rápido como também acaba deixando um gostinho de “ Dá pra desacelerar o tempo que eu ainda tenho muita coisa para fazer!”.



Então, mil beijos e curta a sua estada no cantinho da Fênix; eu me encontro aqui.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Muitas joaninhas p/ você!



Uma vez assisti um filme “ sob o sol de toscana” onde a protagonista, no final da historia dizia que quando se tem joaninhas por perto é sinal de sorte. O comentário foi porque ela estava sentada em seu jardim maravilhoso numa casa de estilo antigo e em seus ombros havia algumas joaninhas, alaranjadas e como em todo bom filme, no final tudo dá certo.
Me trouxe o pensamento esse fato, pois nos últimos meses tenho recebido muitas visitas de joaninhas na minha varanda e que coincidência estou me sentindo assim, com muita sorte, todos os projetos sendo realizados, conquistados e novos surgindo.
Este fim de semana foi tão bom, tão proveitoso e é por isso que gostaria de postar aqui no meu cantinho da Fênix a minha felicidade e agradecimento ao Universo por tudo. Que muitas joaninhas ainda passem em minha vida, e sinceramente desejo isso Tb aos meus queridos amigos que permeiam meus dias com amor!



A semana já começa na correria ;)
Mil beijos!!!!!

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Fim de semana chuvoso




Sexta-feira chuvosa, fria....Fest yôga São Paulo acontecendo!!!
e eu aqui na minha cidade querendo estar em outro lugar, o pensamento longe.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

UNIÃO = YÔGA


Brincadeira de criança ou trabalho em equipe?!!!!!!!!!!. Não sei ao certo. Mas sei que isso é UNIÃO, preceito que muitos desconhecem.

Bom início de vésperas de fim de semana ;)

As fontes de luzes

Que coisa, precisamos ouvir mais nossos instintos e entender o sinais que estão bem a nossa frente... Meu post de hoje era um texto diferente, porém, na hora de publicar, a pagina sempre dava erro. Então resolvi atender o meu pensamento: não deveria publicar aquela postagem, que estava tentando sem exito.
Relato apenas o trecho final do mesmo...

" O quanto deixamos para trás, o quanto mudamos para continuar.
Curiosamente, lembrei que há muito tempo atrás detestava barulho de aguá caindo insistentemente em uma fonte, hoje, adoro acalmar meus pensamentos observando e ouvindo o barulhinho gostoso da minha fonte de lotus,no meio da noite. Então ainda me pergunto, o que mais mudou em mim"!!!!

Mil beijos.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Les grandes amours cruelles




Mudam os lugares, mudam as pessoas, porém o sentimento é o mesmo:

Nossa, fico impressionada como o ser humano traz em seu DNA o ensinamento do “ amor = sofrimento”, assim como os animais que já trazem em sua bagagem genética os seus processos e características de espécime.
Este fim de semana, por tamanha coincidência ( ou não ), meus amigos mais queridos ( hahaha, todos eles ) estavam com problemas sentimentais; QUE alívio, assim poderia distrair os meus ouvindo e aconselhando os deles. Mas, não é sobre a dor de AMAR que quero falar hoje.
Como estou curtindo GOSTOSAMENTE a descoberda das músicas maravilhosas de Carla Bruni e sua voz doce e sensual, vai aqui uma forma poética de dizer adeus a determinados sentimentos: AO AMOR DESTRUTIVO. ( vale a pena ouvir a música na sua versão original: "Notre Grand Amour Est Mort").

O nosso grande amor morreu, ele há pouco tão vivo
Se ele não morreu ainda, está agonizando
Alguém o viu vaguear e titubear como um mendigo
Alguém o viu de joelhos chorar como uma criança

O nosso grande amor morreu, ele que vivia tanto,
Ele que deitava sob as pontes a todos os ventos
Ele que rebentava de esperança, ele que andava dançando
Ele que tinha medo do escuro, ele está morto agora

Os grandes amores são frágeis
Eles Vacilam com o tempo
Os grandes amores oscilam
Os grandes amores são loucos
São loucos por seu tormento
Os grandes amores cruéis

O nosso grande amor morreu, falta vesti-lo de branco
Falta perfumar seu corpo para velá-lo durante três noites
Falta pô-lo em terra sem caixão, nem sacramento
Para que retorne em flor, para que tenha seu tempo

Os grandes amores são frágeis
Eles Vacilam com o tempo
Os grandes amores oscilam
Os grandes amores são loucos
São loucas por seu tormento
Os grandes amores cruéis



Meu conselho: tudo passa. E tudo é válido para o nosso crescimento desde que consigamos manter a mente aberta a novos caminhos e o coração tranquilo.


Mil beijos àqueles que também já sofreram por amor. E àqueles que ainda não, um dia irão.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

A diferença para alguém

Sempre acreditei em anjos. Sempre senti a proteção em todos os momentos.
Mas nunca imaginei que poderia ser um anjo para alguém por alguns instantes.
Neste domingo, voltando de viagem do Rio de Janeiro algo de muito bom aconteceu, pois pude sentir a felicidade de fazer a diferença na vida de alguém.
Estava no aeroporto de Foz do Iguaçu, aguardando a chegada de um amigo que vinha me encontrar, quando uma jovem coreana chegou com um olhar desesperado pedindo se eu poderia emprestar meu celular para ela. Como sou extremamente desconfiada, questionei “ POR QUE?” . Então, ela começou a explicar:
“ Eu perdi o vôo para São Paulo, a companhia aérea não trocou a passagem pois comprei pelo site decolar.com. Estou sem dinheiro, meus créditos do celular terminaram e não conheço nada aqui”.

Ainda com uma ponta de desconfiança, indaguei: “ Mas, como você perdeu o vôo?” Foi então que as coisas começaram a fazer sentido. Ela me entregou a folha impressa da passagem aérea onde constava o nome dela, data e horário de embarque. Ela perdeu o vôo por apenas 05 minutos de atraso! Mas, o mais revoltante não foi a companhia não ter trocado a passagem para um outro vôo, mas sim o motivo pelo qual ela chegou atrasada no aeroporto.
Eis aqui a história completa relatada então por ela:

“ Sou coreana, tenho 20 anos ( porém uma aparencia e ingenuidade de 15 anos), estou em intercâmbio no Brasil; estou fazendo estágio em uma empresa em São Paulo. Vim para esta cidade com duas amigas, que estão voltando de ônibus, uma para Porto Alegre e outra para São Paulo. Mas, como eu tenho que estar no escritório em São Paulo no máximo às 09:00, precisei ir de avião.
Peguei um taxi pra vir até aqui, porém o taxista foi para um lugar mais distante, e cobrou muito caro. Voltei a pé até achar o aeroporto, só que já era tarde demais. Agora estou em um pais extrangeiro, sem dinheiro, perdida e sozinha, e já pedi ajuda a outras pessoas que nem quizeram me ouvir”.


Ao terminar suas explicações em um português precário, me olhou com tanta tristeza e começou a chorar. Simplesmente, não questionei mais nada, pois estava diante de alguém que estava passando por uma situação que deixaria qualquer um paralisado.
Meu coração se encheu de amor e agradecimento pelo universo por ter me dado a oportunidade de ajudar alguém e me deixar ser por um instante um anjo em sua vida.
Ligamos para a sua amiga que, graças a proteção do destino, ainda não tinha embarcado para São Paulo. Ela então conseguiu explicar o ocorrido para sua amiga e pediu para que comprasse uma outra passagem de ônibus pois não iria mais conseguir embarcar pela companhia aérea.
Me ofereci para levá-la até a rodoviária. Ela então começou a agradecer e chorar, agora de alegria, pois estava com tanto medo.
Neste instante meu querido amigo chegou e nos levou até a rodoviária. O engraçado é que ela estava tão desconfiada que ao chegarmos me questionou se ali era realemente a rodoviária. A acompanhei até encontrarmos suas amigas, que estavam também deseperadas esperando por ela.
E assim termina os laços do destino que nos fizeram cruzar o caminho uma da outra.
Talvés possa parecer que eu a ajudei, mas foi o contrário, esse Ser humano, tão desprotegida, perdida me fez novamente entender que a cada instante temos um anjo a nos guiar, seja ele de luz ou de carne e osso, mas com asas invisíveis.
Mesmo que passem pelo nosso caminho pessoas que só querem tirar vantagem e se dar bem a todo custo, também encontramos pessoas que nos guiam pela luz. Ela fez a diferença em minha vida neste instante.

Mil beijos!!!!